sexta-feira, 18 de julho de 2008

Leitura segmentada


Há uma nova e boa safra de revistas (paulistas) destinadas aos leitores gays. Moda, cultura, comportamento, turismo, esporte - sim, gay também pratica! -, entrevistas, perfis... Espécies de Marie Claire para homens que gostam de homens e mulheres que gostam de mulheres. Aime, DOM e Junior merecem destaque. A elas, vida longa. A Iguais, no mesmo estilo, lançada há uns dois anos, não passou do primeiro número. Uma pena! Algum jornalista empreendedor precisa despertar para esse segmento de publicações em Goiânia e abocanhar este filão por aqui também.

Um comentário:

longge disse...

louis vuitton sold people a feeling, an image: the fashion queen, rather than a handbag. In the bag industry all over the world, many bags were short-lived, this being fashion and fashion being, by definition, epemeral. But louis vuitton bag is an exception. lv is incredible how much popularity they have gained and the reason behind this success is the high quality of Louis vuitton bags products and the iconoclastic designs.