domingo, 9 de março de 2008

Pornopolítica é tão ruim quanto o que o Jabor critica


Ainda não consigo entender por que comprei Pornopolítica, do Arnaldo Jabor. Fiquei em dúvida entre ele e O que é ser jornalista, do Ricardo Noblat, por quem também não nutro afinidade. O Jabor, definitivamente, é muito chato. Totalmente cênico, ainda é suportável na tevê. No máximo, no rádio. Eu e essa minha mania de tentar ler o que/quem não gosto.

Um comentário:

rosapunk disse...

Quando vir Jabor, Noblat, Josias, Azevedo, Fernando Rodrigues etc e tal, vire para o lado... Certamente vai encontrar Mauricio de Sousa. Ha-ha!